As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.

Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

É a Personale, de mãos dadas com a saúde física, informando você! 

© 2015 | Personale Premium Fitness - Um novo conceito em academia.

 

Um fator que influencia muito no desempenho físico é a forma de como e o que comemos. A nutrição esportiva é uma área de pesquisa que veio justamente para oferecer uma melhor qualidade de alimentação aumentando o bom desempenho durante as atividades físicas e melhorando a performance. Ela também ajuda a otimizar a recuperação dos músculos após o exercício.

 

 

 

Alimentação básica

Existem sete grupos alimentares principais que devem conter a nossa refeição: são os carboidratos, os lipídeos, as proteínas, água, sais minerais e as vitaminas. Nenhum desses grupos deve ser excluído de forma alguma da nossa alimentação, pois o nosso corpo precisa de todos eles para realizar as suas funções básicas, precisa até mesmo das gorduras. Nós precisamos realizar um balanço nutricional adequado para cada nutriente.

 

A nossa principal fonte energética vem dos carboidratos. A primeira fonte de energia que o corpo busca para realizar as suas atividades básicas, principalmente nos grandes esforços é o carboidrato. Em segundo lugar estão os lipídeos, após, o nosso organismo começa a consumir a gordura como fonte de energia. Por último passa e consumir as proteínas. 

 

As quantidades normais que um indivíduo não praticante de atividades físicas necessita para suas necessidades básicas são 65% de carboidratos, 15% de proteínas e 25% de gorduras. Quando se inicia uma atividade que precisa de grande quantidade de glicogênio como a musculação, a quantidade de carboidratos também deve aumentar para que o músculo tenha energia suficiente para realizar os treinos. Aumentar a quantidade de proteínas também é necessário para a reconstituição muscular pós-treino.

 

Quantidade de água

Quanto mais gordura você tem no corpo menor será a quantidade de água. Quando sentimos sede é porque já perdemos 2% da nossa água corpórea e são necessários 1,4 litros de água para repor essa falta. Apenas essa pequena perda já é suficiente para a redução do desempenho do atleta. A desidratação é um problema grave e pode ocasionar as seguintes situações:

- aumento da viscosidade no sangue deixando o indivíduo mais propenso aos problemas circulatórios;

- aumento da freqüência cardíaca;

- problemas intestinais;

- redução do fluxo sanguíneo para os órgãos;

- a capacidade de bombeamento do coração é diminuída.

 

Vitaminas e sais minerais

Esses dois nutrientes são abundantes em frutas, verduras e hortaliças. As mulheres devem aumentar a quantidade de cálcio se estão fazendo atividades físicas. Na verdade o cálcio deve ser abundante em todas as fases da vida da mulher, pois ela está mais propensa a adquirir a osteoporose. Consumir hortaliças de coloração verde escura, pois contém grande quantidade de ferro e evitar comer saladas que são temperadas com vinagre.

 

Nosso corpo precisa de um pouco de tudo para funcionar de forma satisfatória. Uma recomendação dos nutricionistas é realizar ingestão de alimentos pelo menos de 3 em 3 horas. Dietas malucas que retiram um grupo alimentar ou que focam toda a alimentação apenas em uma categoria devem ser completamente evitadas. Ter uma boa alimentação é ter boa saúde, afinal de contas nós somos o que comemos.

 

FONTE: site atividadesfisicas.com.br.

Please reload

Em destaque

A importância da avaliação postural

10 Feb 2017

1/3
Please reload

Postagens recentes
Please reload

Publicações
Please reload

Siga a Personale
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square